Região

Barreiras sanitárias foram suspensas em São João do Ivaí

A secretaria de Saúde de São João do Ivaí retirou as equipes de fiscais de todos as barreiras sanitárias que foram instaladas na nos principais acessos da cidade. 

Segundo a secretaria de Saúde, a estratégia de combate mudará daqui pra frente.”O vírus já circula em nossa comunidade, tentar barrar a entrada de pessoas de fora não é mais uma ação eficaz. Nos reunimos com membros do comitê de combate ao coronavírus e decidimos que serão impostas novas normas e orientações a partir desta segunda-feira”, informou a secretária de Saúde, Adriana Ceron de Almeida.

A secretária ainda destaca que o importante neste momento é o isolamento social. “Agora a nossa população que precisa ser mais unida. Se o vírus está entre nós, a melhor solução é as pessoas evitarem sair e se aglomerarem”.Entre as novas ações, a secretaria destaca que tomará decisões de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde. 

“Uma das medidas será a obrigação do uso de máscara, caso as pessoas precisem sair de casa. O toque de recolher continuará e a questão da abertura do comércio dependerá do consenso da justiça”, concluiu Adriana.

As autoridades afirmaram que os servidores e voluntários que atuaram na fiscalização das barreiras serão treinados a partir da próxima semana, para que a barreira volte a ser monitorada, mas sem proibição de entrada e saída. A ação passará a ter caráter orientativo.

Agradecimento

A secretária de Saúde, Adriana de Almeida, agradece, em nome da administração municipal, toda a equipe que esteve nas barreiras, enaltecendo que fizeram um trabalho de entrega e para o bem de todos, correndo riscos para tentar evitar a passagem de pessoas de fora.

“A equipe fez de tudo para controlar o acesso de visitantes no município, mas foi impossível evitar. Tivemos muito trabalho com pessoas que não acreditam e com isso desrespeitaram as pessoas que estavam fiscalizando. Mas nossa luta continua. Agora precisamos que as pessoas tenham conscientização e se cuidem, sigam as orientações que daremos, para não termos um colapso em nosso município”.

Finte: Canal HP