Cidade Plantão

Servidor da 22ª Regional de Saúde é preso por concussão, em Ivaiporã

A Polícia Militar (PM) e o Ministério Público (MP) de Ivaiporã prenderam na noite de quarta-feira (02) o funcionário público da 22ª Regional de Saúde, Starski Gomes da Silva, pelo crime de concussão.  Ele  foi preso logo depois de receber R$ 1 mil  que havia exigido de uma empresa de alimentos para emitir um documento.  

Conforme o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), a equipe do Serviço Reservado de Inteligência em trabalho integrado com o Ministério Público de Ivaiporã na terça-feira (1) receberam denúncia do proprietário da empresa.  Ele disse que em data anterior ocorreu um acidente de trabalho envolvendo uma funcionária. Porém, o processo havia sido resolvido através de um termo de ajustamento de conduta junto ao Ministério Público do Trabalho.

No entanto, recentemente Starski foi realizar vistoria de rotina e após isso, passou a exigir  dinheiro para realizar laudo favorável para a empresa. Ele ameaçou o empresário, alegando que se não fosse feito o pagamento, poderia confeccionar laudo que poderia prejudicar a empresa.

Na quarta-feira o autor exigiu que a vítima o encontrasse em local marcado por ele para realizar o pagamento, sendo então escameadas na promotoria 10 cédulas de R$ 100,00 que deveria ser entregue ao servidor público.

No local marcado pelo servidor público, os policiais pararam próximos ao carro que estavam Starski e a vítima e  visualizaram o momento que dinheiro foi repassado. Foi realizada  abordagem pessoal, bem como no veículo do autor e no porta-luvas foi encontrado a quantia de R$ 1 mil.  

Diante do flagrante delito do crime de concussão, foi dada voz de prisão ao autor, e conduzido juntamente com objetos, dinheiro em espécie, celular, os quais foram apreendidos e entregue a Delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã para serem tomadas medidas de polícia judiciária.

Fonte: Tribuna do Norte