Cidade Plantão

Em Ivaiporã, motorista embriagado acelera carro contra policial

Após realizar manobras perigosas e colidir com placa de sinalização na Av. Tancredo Neves, o motorista de um Fox ao ser abordado pela Polícia Militar  acelerou o carro contra um policial. Ele acabou preso e deve responder pelos crimes de embriaguez ao volante, desacato, resistência e homicídio tentado   O passageiro que estava no veículo também foi detido. A ocorrência foi no sábado (5), por volta das 12 horas.  

Segundo informações do boletim de ocorrência da 6ª CIPM, a equipe de serviços se deslocou para  a Av. Tancredo Neves para atender várias denúncias  de que um Fox com dois homens realizavam manobras perigosas na via.    

No local, em contato com as pessoas foi relatado que o motorista perdeu o controle do veículo e colidiu com uma placa de sinalização na esquina da Av. Tancredo Neves com a rua sete de setembro, inclusive, a placa do carro ficou no local e foi entregue aos policiais.  

Na sequência a guarnição localizou o carro sendo dirigido em alta velocidade na mesma avenida. Sendo dado ordem de parada, o motorista empreendeu fuga. Na Rua São Luiz, que não tem saída, o carro parou e os policiais desembarcaram. Ao ser emitido voz de   abordagem, o motorista acelerou e tentou passar por cima de um policial, que se jogou para trás  para não ser atingido.

 Foi acionado duas equipes da RPA e uma da ROTAM para o bloqueio tático e buscas, sendo o carro encontrado dentro de uma garagem, totalmente avariado. Os acusados ao as viaturas correram e se trancaram na residência.  

Ainda segundo informações da Polícia Militar, eles resistiram a prisão e arremessaram pedras e objetos contra os policiais.  Ao entrar na residência foi efetuado dois disparos com munição de impacto controlado contra o autor que partiu para cima dos militares com um espeto de churrasco. O outro envolvido, estava com um pedaço de madeira, mas correu para outra residência e também acabou sendo contido.  

Foi indagado quanto ao uso de drogas e bebida alcoólica, os mesmos informaram ter ingerido bebida alcoólica e entorpecentes. O motorista se recusou ao teste de alcoolemia, sendo realizado o auto de constatação de embriaguez, já que o acusado estava com odor etílico, desordem nas vestes e alucinações.  

Os detidos foram encaminhados ao Pronto Atendimento Municipal (PAM) para atendimento médico e realização dos exames de praxe em razão do covid-19 e na sequência para a 54ª Delegacia Regional de Polícia Civil.