Paraná

Governo do Paraná deve reavaliar nesta sexta-feira se mantém ‘quarentena’

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, afirmou nesta quinta-feira (9), que o governo do Estado deve reavaliar, amanhã (10), o decreto que determinou o fechamento do comércio e serviços essenciais de 141 municípios de 8 regiões do Paraná por 14 dias.

Segundo ele, o prazo inicial do decreto termina na próxima terça-feira(14), e até esta data, a Secretaria de Estado da Saúde deve decidir se prorrogará a quarentena mais rigorosa ou não.

“Ela pode (ser prorrogada) se a Secretaria da Saúde entender. Amanhã devemos fazer a avaliação. Terça-feira termina o prazo do decreto atual”, explicou ele em entrevista à RPC. “O que define se continua ou não é a incidência de pessoas infectadas, número de leitos de UTI”, afirmou o governador. “O decreto tem surtido efeito, o isolamento social ajuda sim a diminuir a proliferação do vírus”, disse Ratinho Jr, afirmando que com as novas medidas, o índice de isolamento social, que estava em cerca de 38% antes, chegou a mais de 40%, sendo que o ideal seria acima de 50%. “Por enquanto, o isolamento é o grande remédio que nós temos. Isso difícil, é duro, mas enquanto não tiver uma vacina que resolva o problema do vírus vamos ter que conviver com o isolamento”, defendeu.

Casos no Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quinta-feira (9) 1.680 novas confirmações e 34 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma 37.001 casos e 914 mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – 794 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje. 638 pacientes estão em leitos SUS (241 em UTI e 397 em leitos clínicos/enfermaria) e 156 em leitos da rede particular (57 em UTI e 99 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.036 pacientes internados, 504 em leitos UTI e 532 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 34 pacientes, todos estavam internados. São nove mulheres e 25 homens, com idades que variam de 35 a 88 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 24 de junho a nove de julho. Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (8), Piraquara (3), São José dos Pinhais (3), Maringá (2) e Fazenda Rio Grande (2).

E uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios também foi a óbito: Almirante Tamandaré, Arapongas, Cascavel, Cianorte, Figueira, General Carneiro, Ivaiporã, Nova Tebas, Paranaguá, Ponta Grossa, Pontal do Paraná, Santa Mariana, Santa Tereza do Oeste, Sarandi, Umuarama, Wenceslau Braz.

Fonte: Bem Paraná