Cidade

Diretor de Saúde analisa surto de Covid-19 em Ivaiporã

O diretor municipal de Saúde, Claudeney Martins, concedeu entrevista ao jornal Paraná Centro e falou sobre o surto de Covid-19 que surgiu no município no sábado, dia 20 de junho. Em quatro dias, o município de Ivaiporã acumulou 64 novos casos da doença, chegando a 86 casos. Até então, o município tinha apenas 22 casos positivos.

Ele disse que esse não é o momento de tentar achar culpados, mas sim buscar resolver o problema e evitar que as consequências desse surto sejam maiores. Claudeney avalia que três fatores contribuíram para esse aumento nos casos: a própria estabilidade no número de casos, que fez com que a população relaxasse nos cuidados, como o uso de máscaras e o distanciamento social; o feriado prolongado de Corpus Christi, que coincidiu com a comemoração do Dia dos Namorados, quando houve uma série de aglomerações em bares e lanchonetes; e festas em várias regiões da cidade. “Eu recebi várias denúncias de festas que ocorreram em diferentes locais, com aglomeração de muitas pessoas, e isso pode ter contribuído para a disseminação de casos em Ivaiporã”, frisa Martins.

O secretário de saúde de Ivaiporã também ressalta a concentração de pessoas em alguns estabelecimentos, com muitas pessoas aglomeradas e sem o uso de máscaras. “Esse foi um dos motivos pelos quais a saúde solicitou a restrição de horário de funcionamento de bares e lanchonetes”, ressalta Claudeney Martins.

Exames

Com o aumento nos casos positivos nos últimos dias, surgiu uma polêmica entre a diferença do número de casos confirmados pela Prefeitura de Ivaiporã e pela Secretaria de Estado da Saúde. No boletim da terça-feira, dia 22 de junho, a Sesa-PR confirmava 15 casos positivos em Ivaiporã. Já o boletim do município, baseado em dados divulgados pelo Departamento Municipal de Saúde, informava 86 casos. Esses 71 casos de diferença se referem a casos confirmados em exames de laboratórios particulares.

O problema não ocorre apenas em Ivaiporã, mas em diversas cidades do Paraná. Roncador, por exemplo, confirma sete casos positivos de Covid-19, mas nenhum caso registrado pela Sesa. A cidade de São Mateus do Sul tem 17 casos confirmados pela Sesa, já a prefeitura confirma 38 casos positivos.

Segundo Claudeney Martins, isso ocorre porque, apesar de homologar os laboratórios para realizar o exame para a detecção de Covid-19, o Estado não contabiliza esses casos. “Já pedimos à Sesa-Paraná que uniformizasse isso para evitar essa discrepância, pois gera um desconforto para a gente; alguns acham que estamos mascarando os números, outros acham que estamos inflando de propósito, por isso precisa ter uma uniformidade”, ressalta.

Cuidados

Claudeney Martins destaca que o município de Ivaiporã está bem com relação à quantidade de EPI´s (Equipamentos de Proteção Individual) e também com insumos como álcool gel e álcool 70º. Ele ressalta que o município tem 750 testes rápidos para serem aplicados em pacientes, seguindo os critérios determinados pelo Governo do Estado.

Fonte: Paraná Centro