Região

Arapuã: Sepultamento causa revolta em familiares

Um vídeo gravado pelo Deputado Estadual, de Santa Catarina, Sargento Lima (foto), gerou polêmica em Arapuã, que é município do interior do Paraná. Ele fez um desabafo por conta do sepultamento do seu sogro, o senhor Nicolau Katchanovski, que era morador do município de Arapuã.

Segundo Lima, ao saber da morte do sogro, ele, a esposa, a cunhada e filhos, saíram de Santa Catarina, com destino a Arapuã, mas depois de 500 quilômetros de viagem, chegando em Manoel Ribas, foi informado que o corpo já havia sido sepultado.  O homem foi enterrado, segundo o deputado, envolto em uma lona preta e atribuíram a ele, uma suspeita de Covid-19, o que não era verídico. 

Em seu depoimento, o parlamentar vai  revelando uma sucessão, do que ele chamou de erros, o que deixou a família indignada e revoltada.  Assista a live, postada na rede social do parlamentar e saiba mais detalhes. 

Até a publicação do vídeo,  o citados estavam preparando uma nota negando as acusações e revelando que há orientações da própria OMS – Organização Mundial de Saúde e também do governo do Paraná, para que os velórios sejam em tempo reduzido e com medidas de proteção, não só por conta dos pacientes, mas sim pela  possibilidade do velório provocar aglomerações. Também, por orientações do próprio Ministério Público, é preciso obedecer as orientações dos profissionais  ou autoridades de saúde, e que essa foi exatamente  a providência adotada. 

COVARDIA, FALTA DE ÉTICA E EXPLORAÇÃO

Posted by Deputado Sargento Lima on Friday, May 8, 2020

Fonte: Berimbau