Plantão

Acidente com moto, casa arrombada e três casos de violência doméstica são ocorrências da região

Morador tem casa arrombada  e furtada, em São João do Ivaí

Um morador na Rua Benedito Maia em São João Ivaí acionou a Polícia Militar após chegar na residência e encontrar a porta da sala arrombada. Foi levado da casa, um notebook  Acer vermelho, e um instrumento musical trombone. 

O caso foi registrado no Destacamento da Polícia Militar (DPM) na manhã de sexta-feira (24). Populares relataram vítima, que  foram dois rapazes, um deles trajava shorts branco. Ambos eram altos e magros, um aparentando ser maior de idade e outro menor. 

Motociclista fica ferido em acidente na Av. Brasil, em Faxinal

Um motociclista ficou ferido em um acidente na Av. Brasil, em Faxinal, na noite de sexta-feira (24). O acidente envolveu uma motocicleta Honda/CG 160 Fan   e uma caminhonete Chevrolet/S-10, ambas de cor preta. 

A vítima recebeu atendimento dos socorristas do SAMU e foi encaminhada ao Hospital Municipal de Faxinal. O motorista do carro não se feriu.

Na região três casos de Violência doméstica registrada pela PM

Manoel Ribas, uma mulher, acionou a PM, no dia 24 de abril, por volta das 10 horas, dizendo que seu marido estava alcoolizado e tentando lhe agredir. Também disse que não é a primeira vez que o ato acontece. Com a chegada dos soldados da PM, ele havia fugido. Não foi divulgado o endereço da vítima.

Jardim Alegre, em 24 de abril, pela manhã, na Avenida Castelo Branco, uma moça disse que seu irmão estava agredido seus pais. Ao chegar na casa, o fato foi confirmado, mas segundo as vítimas, o filho fica agressivo toda vez que é contrariado. O rapaz chegou a se ferir, batendo com a cabeça na parede e precisou ser levado para o Hospital. Como é uma ocorrência familiar, os demais dados foram preservados.

Faxinal, também no dia 24 de abril, às 17h, na Rua Elizeu Silião, a vítima disse que realiza serviços domésticos na residência de seu pai e que seu irmão, que reside nos fundos, chegou na casa a chamando de palavrões. Depois partiu para cima dela. Afirmou ainda que a empurrou para se defender, resultando em escoriação no seu braço. Disse ainda que o agressor, com frequência, a ameaça de morte e que esses xingamentos ocorrem diariamente. Ambos foram levados para o Pronto Socorro e depois para a Delegacia.

Fonte: Berimbau e Tribuna do Norte