Ex-prefeito do Arapuã é preso por desacato

8f74e625-deb3-4901-a003-059e62458db6A Polícia Militar informou que houve uma ocorrência envolvendo o ex-prefeito Manoel Salvador, na cidade de Arapuã. Era tarde desta sexta-feira, dia 10 de março, quando o político recebeu voz de prisão por causa de uma situação considerada como desacato e ameaça, mas não acatou a ordem do Policial.

O Boletim de Ocorrências traz um relato extenso para explicar o que ocorreu. Veja:

“Por volta das 13h20min, de 10 de março, a PM estava em patrulhamento quando em abordagem à uma motocicleta, veio em sentido contrário um Fiat Uno de cor azul. Foi dada voz de abordagem ao mesmo, o qual desobedeceu evadindo-se sentido ao distrito de Romeópolis. A equipe policial realizou acompanhamento, por cerca de 2 km, quando o mesmo entrou ao carreador do sítio Perobinha de propriedade de Manoel Salvador. Foi então realizada abordagem e qualificado a pessoa de Jorge Ferreira da Silva, como o condutor, o qual não possui habilitação. Ao ser informado das providências, ele ligou para o ex-prefeito e disse que ele queria conversar com o Sd. Mateus, o qual atendeu e explicou a situação, mas Manoel passou a ameaçar o policial militar dizendo que iria viabilizar sua transferência da cidade. O SD Mateus perguntou se era uma ameaça e o mesmo respondeu que sim, e que estaria indo até o local para conversar com ele, minutos depois chegou ao local em uma caminhonete Hilux de cor prata placas AWE-4956 e passou a desacatar os Policiais Militares e a ameaçar novamente para que não encaminhasse o veículo Fiat Uno. Manoel se alterou, entrou em sua caminhonete, do lado do passageiro e não obedeceu a ordem para descer e nem acatou a voz de prisão. Em seguida, ligou o veículo e tentou arrancar em direção do Sd. Mateus, tentando atropelá-lo, sendo que para cessar a injusta agressão contra sua integridade física, o PM realizou disparos em direção aos pneus traseiros do veículo, os furando. Manoel empreendeu fuga assim mesmo, mas foi contido após chegar reforço de Ivaiporã, cuja guarnição fez abordagem do acusado quase na frente de sua residência”, informou o Boletim.

Pouco depois o ex-prefeito Manoel Salvador, ligou para reportagem do Berimbau e estava revoltado. Ele disse que a versão do Policial é absurda. Disse também que não ficou detido e que na terça-feira, comparecerá na Justiça, para esclarecer mais detalhes sobre o que ocorreu e falará quando estiver mais calmo.

“Policial não é para correr atrás de ninguém, como ele tem feito aqui em Arapuã. Se tem uma irregularidade, aplica a multa e toma as providências; tem que correr atrás de bandido, isso sim. Sou um trabalhador e nem quando fui prefeito eu usei de qualquer tipo de abuso de autoridade para prejudicar alguém”, disse o ex-prefeito.

Via Berimbau

Veja também: