Prefeito passa por “teste de fidelidade”

Richa com prefeitos do PMDB

Richa com prefeitos do PMDB

Falta mais de um ano para que a campanha eleitoral tenha início, mas desde já o Palácio Iguaçu aplica aos prefeitos recém-empossados um “teste de fidelidade”.

O governo Beto Richa está obrigando todos os prefeitos a listar o nome de dois deputados estaduais e só através deles terão seus pleitos atendido.

A obrigação vai além. Só podem ser indicados os deputados que integram os partidos da base do governo.

A oposição e os independentes estão vetados.

O que alguns deputados, inclusive aliados, questionam é como fica a campanha eleitoral do ano que vem? Esses prefeitos só poderão apoiar as candidaturas dos parlamentares que indicaram ao governo?

Ao que tudo indica, sim. Não importa se na sua campanha à prefeitura no ano passado tivessem tido apoio suprapartidário.

E nessa história como ficam os prefeitos do PMDB, que, assim como os demais pobres mortais, dependem de recursos do governo?

Alguns prefeitos peemedebistas procuram uma saída alternativa. Tem gente indicando os parlamentares que deixaram no ano passado o partido, mas de quem são velhos conhecidos.

Fonte: Blog Roseli Abrão

Veja também: